GRUPO POLÍTICO DE OPOSIÇÃO EM JATOBÁ COMETE CRIME DE FAKE NEWS POR DISSEMINAR NOTÍCIA FALSA

O grupo político que faz oposição ao Candidato a Prefeito Robertinho no município de Jatobá – MA, passou a jogar de forma “suja e criminosamente”, falo do pleito eleitoral que se aproxima. Observem só!!! Os delituosos foram capazes de construir um texto desvirtuando totalmente o sentido dos fatos e até utilizar a imagem de uma viatura da Polícia Rodoviária Federal, na tentativa de tirar proveito com fins político e eleitoral, o que caracteriza outro delito.

Divulgação de notícia falsa é crime e pode levar a prisão; portanto, o texto faz sérias acusações a administração pública de Jatobá, o que caracteriza vários crimes contra o poder público e seus respectivos gestores.

Os delituosos ainda tiveram a ousadia de utiliza-se de um veículo de comunicação de grande alcance, copiando ícones da estrutura do site oficial do G1, com intuito de da credibilidade a delinquência as quais infringiram a Lei. Tudo isso, com a intenção de barrar a vitória e desestruturar a campanha de Robertinho que já está com a vitória praticamente certa segundo todas as pesquisas de opinião pública.

Vejam o que diz a Lei na íntegra:

O CONGRESSO NACIONAL decreta:Art.1ºAcrescente-se ao Decreto-Leinº2.848, de 7 dedezembrode1940–Código Penal, oseguinteart.287-A:

Art. 287-A – Divulgar notícia que sabe ser falsa e que possa distorcer, alterar ou corromper a verdade sobre informações relacionadas à saúde, à segurança pública, à economia nacional, ao processo eleitoral ou que afetem interesse público relevante.

Pena – detenção, de seis meses a dois anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave.

  • 1º Se o agente pratica a conduta prevista no caput valendo-se da internet ou de outro meio que facilite a divulgação da notícia falsa:

Pena – reclusão, de um a três anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave.

  • 2º A pena aumenta-se de um a dois terços, se o agente divulga a notícia falsa visando a obtenção de vantagem para si ou para outrem”.

 

Post Author: Antonio José

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *